Você está aqui
Home > Livros > Resenhas > Editoras > Resenha de Livro: “Sonata em Punk Rock” – Babi Dewet

Resenha de Livro: “Sonata em Punk Rock” – Babi Dewet

Todos os textos produzidos pelo Up! Brasil não podem ser reproduzidos – total ou parcialmente – sem autorização. Cópias não autorizadas e plágios são crimes previstos no Código Penal.

Autora: Babi Dewet
Editora: Gutemberg
Páginas: 300

 

nota4,5

Sou um pouco suspeita para falar sobre os livros da Babi Dewet porque, de uma forma ou de outra, sempre acabo amando o que ela escreve. Mas aqui estou eu e hoje vou te contar o que achei do primeiro volume de sua nova série, Cidade da Música.

Sonata em Punk Rock conta a história de Valentina, Tim, uma adolescente apaixonada por música — punk rock em especial — que vive às voltas com as dificuldades da vida, mas descobre ter ouvido absoluto e ser filha de um grande musicista e tem a oportunidade de sua vida ao ser aceita na Academia Margareth Vilela, o melhor lugar no país para alguém que ama a música estar. Lá, Tim faz amizade com outros estudantes, conhece Kim — o super talentoso, coreano e arrogante filho da diretora — e começa a ter seus horizontes ampliados. Essa é uma história de amizade e música, com romance e aprendizado permeando tudo.

Além de mostrar o crescimento de Tim como pianista, a autora conseguiu tocar em assuntos mais sérios, como bullying — porque você pode até não perceber, mas a forma como Kim trata alguns dos outros estudantes pode sim ser considerado bullying e seus “amigos”, Marcus machista e Júlio imbecil, como Tim os chama, também se enquadram aí –, relações familiares complicadas — o caso de Tim e seu pai é bem claro — e, claro, o Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH), que apesar de não ser explorado profundamente, é um “detalhe” muito importante.

Mas não é só de tema sério que vive um livro. Babi Dewet nos apresentou uma história muito eclética musicalmente falando. Temos pop coreano, música clássica, punk rock, rock… a trama até possui uma playlist! Cada capítulo leva o nome de uma música que de certa forma se relaciona com os acontecimentos que iremos ler, é bastante envolvente, para dizer o mínimo.

Quanto aos personagens, todos eles têm algum momento para brilhar. Kim e a protagonista, Tim, recebem a maior parte da atenção na narrativa, mas seus amigos Sarah, Fernando e Pedro também têm seus momentos — e claro, Bianca, a quase-antagonista, também tem seu espaço. De todos eles, Sarah é provavelmente minha personagem preferida, as passagens em que ela está presente são sempre ótimas — pensando bem, todas as passagens com Pedro e Fernando também são muito boas. O grupo de amigos tem alas discussões sobre música e cultura pop, ao ler seus diálogos tive a impressão de que estava assistindo de longe uma conversa com meus próprios amigos. É claro, Tim teve seus momentos para me deixar um pouco irritada (sua pré-concepção de tudo e todos era um pouco irritante, para falar a verdade), e Kim teve algumas atitudes que deixaram a desejar, mas de forma geral, todos são personagens bem pensados.

Como não quero escrever nenhum spoiler, tudo o que me resta a dizer é: Sonata em Punk Rock possui uma trama consistente, com linguagem sem segredos, música boa e lições importantes. A escrita da Babi amadureceu bastante desde o primeiro Sábado à Noite e é muito bom poder ver, mesmo que à distância, essa evolução.

*** ATENÇÃO: Os 5 primeiros a comentarem nesta resenha e os 5 primeiros a comentarem na foto do livro no nosso instagram com e-mail para contato (@upbrasilnet) ganham marcadores!

Vitória Doretto
Vitória - mais conhecida como Vicky. Sou viciada em instagram e estou ali, me dividindo entre o amor por personagens de livros e as aventuras que encontro nos [agora raros] games da vida. Sou graduada em Letras e Revisora de Português licenciada pelo MEC, nerd de carteirinha (mesmo tentando ser transuda na maior parte do tempo), apaixonada por doramas e por mais bandas e cantores do que gostaria.

One thought on “Resenha de Livro: “Sonata em Punk Rock” – Babi Dewet

  1. Obrigada pela resenha! Fiquei muito feliz de saber que gostou do livro e de como citou os fatos importantes e tudo mais! Espero melhorar os erros pro próximo!!

    beijocas <3

Deixe uma resposta

Top