You are here
Home > Livros > Resenha de Livro: “Soldier” – Sam Angus

Resenha de Livro: “Soldier” – Sam Angus

Todos os textos produzidos pelo Up! Brasil não podem ser reproduzidos – total ou parcialmente – sem autorização. Cópias não autorizadas e plágios são crimes previstos no Código Penal.

Autor: Sam Angus
Editora: Novo Conceito
Páginas: 256

nota4,5

Livros sobre animais sempre tem duas possibilidades de me deixar:

1) Chorando como uma condenada
2) Sorrindo como a criança mais feliz do mundo

Quando peguei Soldier para ler, já imaginava que a única possibilidade possível para mim durante sua leitura seria a primeira – eu estava certa.

Soldier, se eu for resumir de uma forma bastante geral, conta a história de um garoto e seu cachorro. Mas se eu parar aqui, você provavelmente não vai entender o quanto mais a narrativa de Sam Angus traz para quem se enche de coragem e se joga na leitura.

Este é, como imaginado, um daqueles livros que você precisa manter um estoque de lenços por perto enquanto lê. – E, em tese, eu estava preparada para isso, mas se eu for realmente sincera, nunca estou totalmente pronta para isso (eu sou daquele tipo de pessoa que fica triste e chora quando os cavalos são mortos em filmes de guerra, lembra?) e sempre acabo me surpreendendo por chorar ainda mais do que esperava.

Acho importante salientar dois pontos que me surpreenderam na trama:
– a forma como Angus escreveu me fez me preocupar não apenas com Soldier, mas com todos os personagens de um modo geral – eu me preocupei com o garoto e seu irmão, com Soldier, com as milhares de pessoas que, hoje, estão em situações de risco…
– a quantidade de informações interessantes sobre como usaram cães como mensageiros na Primeira Guerra Mundial (eu geralmente não me interesso muito sobre guerras, mas esse tipo de informação [mais “curiosa” e, de forma geral, sobre a vida de quem passou por esse tipo de experiência] sempre prende a minha atenção em documentários).

O livro todo é muito comovente – e não, dessa vez não vou falar minunciosamente sobre a história pois corro o risco de soltar algum spoiler -, mas também me fez pensar que talvez não seja muito indicado para um público mais novo… Um adolescente de 14/15 anos ler… Para mim parece uma boa idade. Agora uma criança entre 9 e 12 anos… Me parece um assunto muito pesado para uma idade tão bonita. Mas essa é apenas a minha opinião e eu sei que cada criança é uma criança… E vale o quanto alguém é maduro o suficiente para ler.

Soldier nos mostra uma história comovente sobre o uso de cães soldados na guerra e seu melhor amigo, um garoto corajoso que deixa sua vida segura na Inglaterra para enfrentar os horrores desconhecidos da guerra. Não é uma leitura leve, mas vale a pena.

Resenha postada originalmente no blog A Lua na Minha Janela.

Vitória Doretto
Vitória - mais conhecida como Vicky. Sou viciada em instagram e estou ali, me dividindo entre o amor por personagens de livros e as aventuras que encontro nos [agora raros] games da vida. Sou graduada em Letras e Revisora de Português licenciada pelo MEC, nerd de carteirinha (mesmo tentando ser transuda na maior parte do tempo), apaixonada por doramas e por mais bandas e cantores do que gostaria.

Deixe uma resposta

Top