Você está aqui
Home > Livros > Resenha de Livro: “Os Bons Segredos”, de Sarah Dessen

Resenha de Livro: “Os Bons Segredos”, de Sarah Dessen

Todos os textos produzidos pela Up! Brasil não podem ser reproduzidos – total ou parcialmente – sem autorização. Cópias não autorizadas e plágios são crimes previstos no Código Penal.

Autor: Sarah Dessesn
Editora: Seguinte
Páginas: 408


nota5

Sarah Dessen é uma autora que conheço há bastante tempo e que não em recordo de ter me decepcionado alguma vez. Todas as vezes que li algum livro seu terminei com a sensação de ter passado por um turbilhão de emoções. Em “Os Bons Segredos” não foi diferente.

Em “Os Bons Segredos”, Sydney passa por uma situação cada vez mais difícil em sua casa. Seu irmão, Peyton, sempre foi o centro das atenções da família e mesmo agora, que ele está preso por ter atropelado um garoto, tudo gira em torno dele. Depois que trocou de escola, sua nova rotina inclui uma parada numa pizzaria. E a partir daí, nada será igual em sua vida. Sydney ganha novos amigos e encontra um lugar, coisa que há muito tempo não tinha.

Sydney é uma boa filha, uma boa irmã e uma boa amiga. As vezes, ela é boa até demais. Mas uma coisa que nos aproxima Sydney é o fato de que muita gente, em algum momento, já se sentiu como ela, invisível. Mas ela, assim como todas as pessoas, é bem mais do que isso. Sidney é inteligente, bonita e bem humorada. Quando ela encontra pessoas que estão prontas para recebê-la, ela ganha mais do espaço, ela ganha uma nova vida.

Layla, a nova amiga, é aquele tipo de pessoa que quando entra em algum lugar, parece um raio de sol. Ela naturalmente encanta, e com o coração enorme que ela tem, é fácil ser amiga dela. Junta isso ao fato dela ser linda, imagina-se que ela seja fácil para ela ter um namorado, certo? Errado. A coisa mais difícil para Layla é justamente os assuntos ligado ao coração.

A família Chatham inclusive, é incrível. Nada convencional, cheia de seus próprios dramas, mas extremamente amorosa e de braços abertos. Mac, irmão mais velho de Layla, é um encanto aos nossos olhos. Desde a primeira aparição ele no livro você sabe que ele será especial para Sydney, a gente só não sabe qual caminho Sarah vai seguir. Porque a verdade é que existe mais de um caminho para Mac e Layla, E qualquer um deles daria uma história excelente. Devo dizer, entretanto, que achei sua decisão perfeita.

O interessante dos livros de Sarah Dessen é que nunca é um livro construídos para abrigar um romance apenas, onde todas as coisas que acontecem são vazia, apenas para preencher o livro. Em suas histórias há sempre discussões importantes. Nesse livro, temos o drama familiar onde o filho mais velho e adorado pelos pais comete sucessivos erros – cada vez mais irremediáveis – e os pais (principalmente a mãe) sempre criam desculpas para suas atitudes, sem puní-lo de verdade pelos seus erros. Além disso, é responsabilidade dos pais de Sydney que ela se sinta invisível. Sydney sempre foi deixada de lado, a segunda escolha, o plano B dos pais, e é isso que molda seu sentimento. O envolvimento dos pais com ambos os filhos é tão desigual e perigoso que eles colocam a filha em situações extremamente complicadas, que poderiam marcar a vida de Sydney para sempre. Fico aliviada em saber que Sarah não utilizou todas as possibilidades que tinha em suas mãos – porque ela poderia ter feito, e o livro teria um peso dramático bem maior –, mas não se furtou em deixar implícito os males que poderiam ter acontecido.

“Os Bons Momentos” é o tipo de livro que você nãos e arrependerá em ler, em dar de presente, em ganhar de alguém. E você não esquecerá tão facilmente também. Tenho certeza que você terminará a leitura com seus sentimentos mais sensíveis.

Deixe uma resposta

Top