You are here
Home > Livros > Resenhas > Editoras > Arqueiro > Resenha de Livro: “Mulheres” – Carol Rossetti

Resenha de Livro: “Mulheres” – Carol Rossetti

Todos os textos produzidos pelo Up! Brasil não podem ser reproduzidos – total ou parcialmente – sem autorização. Cópias não autorizadas e plágios são crimes previstos no Código Penal.

Autora: Carol Rossetti
Editora: Sextante
Páginas: 160

nota5

Em meio à agitação gerada pela campanha #PrimeiroAssédio, o tema da redação do ENEM deste ano e a mobilização contra o Projeto de Lei 5069, de Eduardo Cunha, a resenha de um livro que fala sobre respeito e dignidade feminina ganha outra pegada. Vai ter resenha de livro feminista aqui no site SIM! o/

Mulheres, livro de Carol Rossetti, foi lançado em agosto deste ano pela editora Sextante e estava quietinho ao lado do meu computador esperando por uma brecha na minha embolada rotina de leituras. Esta obra se diferencia daquelas que costumo resenhar porque na verdade é uma compilação do trabalho de Carol Rossetti como ilustradora: a cada página do livro temos um desenho representando mulheres ficcionais mais lindas e diversificadas que as outras, acompanhado de frases que retratam problemas do cotidiano feminino e textos que incentivam a autonomia, a liberdade, a conquista e a manutenção de espaço para mulheres de todos os tipos físicos, etnias, crenças, etc. Temas como padrão de beleza, maternidade, sexualidade, carreira profissional, violência, insegurança, trabalho doméstico, abuso sexual e expectativas familiares são abordados de forma corajosa, sem tabus ou meias palavras. Nesse sentido, o subtítulo “Retratos de respeito, amor-próprio, direitos e dignidade” é mais do que meramente explicativo, mas também inspirador.

Conheci os desenhos da ilustradora através do Facebook no início deste ano e sempre achei muito interessante a forma como ela apresenta a diversidade como um ponto central das suas publicações. Além disso, suas críticas são sempre afiadíssimas e muito bem-humoradas. Quem nunca ouviu uma piadinha cretina do tipo “mulher no volante, perigo constante” apesar de todas as estatísticas apontarem que somos motoristas mais responsáveis e que nos envolvemos em menos acidentes do que nossos pares masculinos? Em meio a uma onda conservadora avassaladora no Congresso Nacional que gera pautas retrógradas, como o Estatuto da Família e do Nascituro e que pretende cercear ainda mais as escolhas femininas, dificultando o atendimento das vítimas de violência sexual, o acesso à pílula do dia seguinte e o soterramento da discussão sobre o aborto como uma questão de saúde pública, uma obra como Mulheres surge como um farol de esperança. Com suas ilustrações e mensagens de apoio e compreensão, Carol Rossetti faz uma verdadeira homenagem à luta, coragem e resistência das mulheres não apenas no Brasil, mas no mundo – não é à toa que seu trabalho já foi traduzido para mais de 15 idiomas e circulou por meios de comunicação prestigiados no exterior como CNN e Huffington Post.

Mulheres é um livro lindo, com um projeto gráfico belíssimo e de alta qualidade. Vale como livro de cabeceira, como leitura de passatempo, autoajuda, como presente, etc… Leiam, emprestem para as amigas, deem de presente, troquem ideias sobre os assuntos discutidos e, acima de tudo, façam um escândalo diante da opressão e do preconceito.

Conheça mais sobre o trabalho da Carol através de sua página no Facebook.

Jaqueline Sant'ana
Tem 30 anos, é carioca, botafoguense, revisora e Mestra em Sociologia. Ama cinema, literatura e música e curte passar os finais de semana fazendo binge-watching de séries, mas não dispensa uma madrugada regada a karaokê e litrões bem gelados.

Deixe uma resposta

Top