Você está aqui
Home > Livros > Resenhas > Editoras > Arqueiro > Resenha de Livro: “Dez Formas de Fazer um Coração se Derreter”- Sarah MacLean

Resenha de Livro: “Dez Formas de Fazer um Coração se Derreter”- Sarah MacLean

Todos os textos produzidos pelo Up! Brasil não podem ser reproduzidos – total ou parcialmente – sem autorização. Cópias não autorizadas e plágios são crimes previstos no Código Penal.

Autora: Sarah MacLean
Editora: Arqueiro
Páginas: 352

 

Na continuação da série Os Números do Amor, “Dez Formas de Fazer Um Coração se Derreter”, conhecemos um pouco mais sobre Nicholas St. John, o irmão bonzinho e gêmeo do protagonista no primeiro livro. Fugindo das mães casamenteiras após sair numa publicação de revista, Nick aceita ser contratado por um amigo para procurar sua irmã que fugiu. Ele sempre foi um aventureiro, viajado e especializado em encontrar pessoas, por mais escondidas que elas estejam.

Sua procura o leva ao pequeno condado de Townsend Park onde conhece Lady Isabel. Isabel é filha de conde, mas leva uma vida totalmente diferente das filhas de alguém com um título. Forte, guerreira e determinada cuida de seu irmão que é uma criança ainda, mas o novo conde. Sem ninguém saber que não é um homem que administra as propriedades que ela e o irmão vivem, ela acolhe um grupo de mulheres que não tem condições de se sustentar, formando a Casa de Minerva.

Sofrendo cada dia mais com as dívidas, ela resolve vender uma coleção de esculturas. Aí que o mundo dos dois colide. Nick, coincidentemente é um dos melhores antiquários da Grã-Bretanha e fica interessado nas obras, comprometendo-se a avaliá-las. Ele, curioso por essa mulher tão diferente das outras de seu convívio em Londres, se vê fascinado por ela. Isabel, nem tanto. Ela estava mais preocupada com a aproximação de um homem de sua casa cheia de segredos.

E assim continua o enredo, com ela tentando manter seus segredos, Nick decidido a descobrir todos eles e os dois tentando lidar com a atração que sentem um pelo outro. A autora trabalhou os dois de uma forma ótima, uma vez que Isabel parecia um gato raivoso, não querendo que ninguém se aproximasse dela e Nick chega invadindo seu espaço, conquistando-a aos poucos já que com gentileza ela o colocaria para correr.

Não se enganem. Os dois são terrivelmente teimosos. Ela não aceita ajuda nenhuma por diversas razões que são descritas no livro. Posso dizer que muitas vezes achei Isabel um pouco chata, entendo seus traumas, mas com menos drama tudo se ajeitava mais rápido. Nick também teve seus pontos negativos em partes que ele poderia ter dado espaço para ela em certos momentos, até porque, ele não poderia ser tão perfeito assim, não é mesmo? Mas o amor que cresceu entre os dois falou mais alto.

Um ponto positivo da escrita de Sarah MacLean, não só neste livro como nos outros também, é como ela consegue colocar no papel a química entre as personagens no decorrer da estória. Todo o processo, desde o primeiro olhar até o primeiro “eu te amo”. E graças que ela tem esse dom, senão o livro ia se tornar bem maçante. A minha torcida para que eles ficassem juntos logo foi bem rápida para acabar com a maioria dos problemas que Isabel criava.

Mesmo o livro sendo legal, com uma leitura rápida (dei uma arrastada algumas vezes, mas foi pura preguiça minha), o primeiro livro, “Nove Regras a Ignorar Antes de se Apaixonar”, continua sendo meu preferido da série.

 

Você pode conferir a resenha de Nove Regras a Ignorar Antes de Se Apaixonar clicando aqui.

Suelen Dias

Jornalista e mercadóloga, super ligada no mundo pop. Adora um bom livro, uma boa série e ir ao cinema. Escritora frustrada, adora viajar, nutre um amor profundo e eterno por Londres.

Deixe uma resposta

Top