Você está aqui
Home > Livros > Resenha de Livro: “Charlotte Street”, de Danny Wallace

Resenha de Livro: “Charlotte Street”, de Danny Wallace

Todos os textos produzidos pela Up! Brasil não podem ser reproduzidos – total ou parcialmente – sem autorização. Cópias não autorizadas e plágios são crimes previstos no Código Penal.

Autor: Danny Wallace
Editora: Novo Conceito
Páginas: 400

nota5

Quem me conhece sabe bem o amor profundo que eu tenho por Londres e alguns autores da literatura inglesa, então imaginem só a minha cara quando vi que a Novo Conceito ia lançar “Charlotte Street“, e principalmente a capa do livro. E já que não só de capa vive uma leitora, a sinopse também me chamou muita atenção e em um piscar de olhos o livro se tornou em um “preciso ler urgentemente”.

Com uma narrativa envolvente, simples e repleta do típico humor Britânico, Danny Wallace nos leva a esse mundo fantástico de redescobertas e superação (de certa forma). Quem está pensando em ler o livro atrás de um romance cheio de clichês, vai se deparar com uma história totalmente diferente.

Jason Priestley (sim, ele é xará do ator que fez o Brandon em Barrados no Baile e há várias citações sobre isso no decorrer do livro) é um ex-professor cheio de traumas, um ex-namorado que se culpa pelo fim do namoro mais do que uma pessoa normal se culparia e um crítico de jornal gratuito. Um dia andando na badalada Charlotte Street, ele ajuda uma garota atrapalhada a entrar em um taxi, e acaba descobrindo depois que o carro parte que a moça tinha deixado sua câmera descartável cair no chão. Intrigado sobre a breve ligação que sentiu com a moça e sobre como iria devolver a maquina, Jason começa uma busca para saber quem ela era.

E o livro poderia ser basicamente isso, a procura por alguém que ele não conhece, mas não, ele vai muito mais além, já que 80% do livro é voltado para as superações na vida de Jason. Foi isso que mais prendeu a minha atenção. Essa vontade minha de ver o personagem sair de um momento ruim, parar de se culpar por tudo que acontece e seguir finalmente em frente.

Claro que há o mistério e toda a saga atrás da dona da câmera e o que irá acontecer com os dois, mas, para mim, o livro não é só sobre uma história de amor. Adorei o livro em quase todos os aspectos, como ele se desenrola lentamente, o carisma das personagens, o humor deles, certas citações e etc. Só um ponto que me deixou bem chateada foi a tradução de certas coisas que são desnecessárias, como colocar a moeda “real” ao invés da “libra“, quando todo mundo sabe qual é a moeda Inglesa.

Enfim, Charlotte Street é um livro que ficará guardado no meu coração por ter me conquistado e me divertido tanto em tão pouco tempo.

Suelen Dias
Jornalista e mercadóloga, super ligada no mundo pop. Adora um bom livro, uma boa série e ir ao cinema. Escritora frustrada, adora viajar, nutre um amor profundo e eterno por Londres.

Deixe uma resposta

Top