Você está aqui
Home > Livros > Resenha de Livro: “Acesso aos Bastidores”, de Olivia Cunning

Resenha de Livro: “Acesso aos Bastidores”, de Olivia Cunning

Todos os textos produzidos pela Up! Brasil não podem ser reproduzidos – total ou parcialmente – sem autorização. Cópias não autorizadas e plágios são crimes previstos no Código Penal.

Autora: Olivia Cunning
Editora: Paralela
Páginas: 328


nota4

Quando li que a editora Paralela iria lançar a série “Sinners On Tour”, vibrei. Conheço o trabalho da Olivia e gosto bastante, acho ela uma das melhores autoras do gênero, apesar de não ser uma grande fã do mesmo. Essa série, especificamente, acho cativante. Cada um dos integrantes da banda tem seu apelo, é impossível não gostar de todos.

Myrna Evans é uma professora universitária de psicologia com ênfase em educação sexual. Durante uma conferência, ela encontra com sua banda favorita no bar do hotel que está hospedada. Sem perder a oportunidade de conhecer os músicos que a inspiram também em seu trabalho, ela se aproxima e cai numa conversa cheia de flerte com os membros da banda. Mas Myrna tem um interesse especial no guitarrista, Brian Sinclair. A química entre os dois é mútua, porém, Myrna tem um passado, e aúltima coisa que ela pensa é se envolver com um astro do rock e sua vida louca.

Como todo bom livro voltado para maiores de 18 anos, “Acesso aos Bastidores” é cheio de cenas quentes, desde o início. Já no primeiro momento de interação entre Myrna e a banda o diálogo é cheio de malícia, sugestões e insinuações. Myrna é uma mulher bastante segura quando se trata de sexualidade – e não poderia ser diferente –, porém, o fato de saber satisfazer bem o seu parceiro já lhe trouxe muitos problemas que deixaram marcas. E isso vai se manifestando pouco a pouco no livro. É quando percebemos que aquela mulher – aparentemente incrível, inabalável e “deusa do sexo”(desculpem o termo, rs) –, tem feridas ainda abertas na sua alma e que precisam de cuidado.

Sed, Brian, Trey, Eric e Jace. Esses são os cinco integrantes da Sinners. È difícil escolher apenas um entre os cinco, porém, o primeiro livro tem Brian como atração principal. Brian é um deus grego astro do rock, suas composições são fundamentais para a banda. Entretanto, ele está sofrendo um bloquei criativo. Sem contar que ele e Sed, o vocalista sexy e irresistível, tem problemas no passado por causa de uma mulher. Brian encontra em Myrna inspiração para voltar a compor, e isso faz com que a intensidade da relação entre eles aumente consideravelmente.

O livro é bem pensado para criar a base da história da Sinners, deixando ganchos soltos para os livros futuros. Quanto ao sexo, se você é mais “ortodoxa”, talvez não vá curtir tanto, porém, se você tem a mente mais aberta, sem julgamentos, vai achar mais excitante alguns dos momentos. Para quem curte o gênero é realmente imperdível.

Deixe uma resposta

Top