Você está aqui
Home > Livros > Resenha de Livro: “A Casa Assombrada”, de John Boyne

Resenha de Livro: “A Casa Assombrada”, de John Boyne

Todos os textos produzidos pela Up! Brasil não podem ser reproduzidos – total ou parcialmente – sem autorização. Cópias não autorizadas e plágios são crimes previstos no Código Penal.

Autor: John Boyne
Editora: Seguinte
Páginas: 296


nota4

Quando eu escolhi ler “A Casa Assombrada”, eu fiz minha escolha baseada na sinopse, uma vez que não conhecia o autor. Apesar de ser extremamente medrosa, eu amo suspense e terror. Assim, foi com total expectativa que me pus a ler esse livro do John Boyne.

A história conta sobre Eliza, uma jovem de 21 anos que após a morte do pai, sem perspectiva de conseguir pagando o aluguel da casa em que moravam, aceita um emprego de governanta numa mansão no leste da Inglaterra. Quando ela chega na estação de trem, começa o suspense. Ninguém fala sobre a casa que ela vai trabalhar, ninguém fala sobre o tal Sr. H. Bennet e os únicos dois moradores da casa são os irmãos Isabelle e Eustace.

Inglaterra, fins do século XIX. A era vitoriana certamente é um cenário para lá de atraente para histórias de terror. Colocar uma jovem sozinha no mundo, crianças e uma mansão mal assombrada juntas certamente é um clichê, mas não é garantia de sucesso. Para dar certo, é necessário ter o feeling do terror, coisa que não é trivial, mas Boyne consegue.

Eliza é uma protagonista não muito atraente, jovem e sem muitas esperanças na vida. Ela não é sonhadora, pelo contrário, é bastante realista e prática. Sua chegada a Gaudlin Hall ão é como ela pensava, entretanto. As únicas pessoas à sua espera são os irmãos Bennet, mas o pai deles, por quem ela foi contratada, não está na casa. Cada vez que ela faz perguntas sobre ele para as crianças, suas respostas são vagas. E suas tentativas na cidade, trazem como resposta, uma reação hostil das pessoas.

Não vou mentir, o livro tem um início arrastado, lento, pouco convidativo. A história só engrena mesmo quando Eliza chega em Gaudlin Hall, e começa a tentar entender onde se meteu. Coisas estranhas acontecem na casa o tempo todo, e por mais que o medo seja cada vez maior, ela precisa de respostas. Além disso, Isabelle e Eustace cumprem extremamente bem o papel das crianças assustadoras.

Para quem gosta de histórias de terror, A Casa Assombrada é uma ótima pedida. É praticamente impossível não ficar assustado em alguns momentos, e no meu caso, que me apavoro facilmente, fico em estado de alerta quase o livro todo. É isso que espero de um bom terror, e foi isso que o livro me proporcionou.

Deixe uma resposta

Top